Tag: Contabilidade Pública

Curso de CASP – Contabilidade Pública com Foco no MCASP 7

 

Com o objetivo de aperfeiçoar e gerar conhecimentos relativos à convergência às boas práticas contábeis, por meio de discussão das Normas e procedimentos contábeis aplicados aos entes da federação.

Propomos capacitar os servidores públicos, contadores e técnicos em contabilidade, tornando-os aptos a entender as mudanças implementadas pela STN.

Secretaria do Tesouro Nacional na área de Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

 

Tesouro Gerencial Completo

Tesouro Gerencial Completo

Público Alvo:Destina-se a atender, prioritariamente, a contadores, auditores, coordenadores, gerentes, especialistas e técnicos envolvidos nas ações de acompanhamento, das rotinas contábeis visando a melhoria da qualidade das informações contábeis dos órgão públicos federais.

Objetivos Específicos:

 

  • Identificar a utilização da contabilidade gerencial como facilitador da tomada de decisões;
  • Entender e analisar os sistemas de informação contábil e de controle gerencial;
  • Conceituar e compreender os conceitos do novo sistema de consultas do Governo Federal;
  • Compreender as funções e finalidades que o Sistema pode proporcionar para gestão dos recursos públicos e tomada de decisões.
  • Utilizar o Tesouro Gerencial como ferramenta de análise das demonstrações contábeis.

 

Conteúdo Programático:

 

  • Objetivos do Tesouro Gerencial

Conceitos; As mudanças da contabilidade no brasil; Evolução das informações contábeis no setor público; Como obter informações gerenciais no setor público; Obtenção de dados através do Tesouro Gerencial;

  • Entender a estrutura das classificações constantes no orçamento público;

Relatórios para Tomada de decisões; Necessidade; Obtendo Resultados com o Tesouro Gerencial; análise dos dados;

  • Formas e apresentação;

Navegação no tesouro gerencial; Apresentação dos comandos, funcionalidades, forma de acesso ao sistema.

  • Consultas orçamentárias;

Conceitos; Consultas por relatórios em branco; Consultas por conta contábil; Consultas a base de dados do TG;

  • Identificar as etapas da execução da despesa e sua caracterização;

Sistemas estruturantes do Governo Federal ( SIAFI e TG); Siafi x Tesouro Gerencial; Modelagem da Informação no Siafi; Execução Orçamentária; Fluxo Simplificado da Execução da Despesa no Siafi; O que é o Tesouro Gerencial ?; Características do Tesouro Gerencial; Empenho, Liquidação e Pagamento.

  • Extrair informações sobre a execução orçamentária e financeira da despesa utilizando o Tesouro Gerencial.

Atributos; Filtros; Pronpts; Item de informação; Métricas; Grupo Personalizado; Agendamentos de consultas; e-mail; lista de histórico; Criação e compartilhamento de relatórios gerenciais;

 

  • Orientações de como montar um Relatório de acompanhamento da execução orçamentária.

Antes de elaborar um Relatório; Quais são os filtros do meu relatório?; Quais são as linhas do meu relatório? Quais são as colunas do meu relatório?; Que tipo de valor/resposta quero no meu relatório?;

  • Exercícios práticos voltados a realidade do aluno

 

Pré-Requisitos:

  1. O servidor deve ter acesso ao Sistema Siafi, com o perfil >TESCONGER,já fornecido pelo cadastrador do órgão de origem.
  2. Laboratório de informática, com acesso a internet e um computador por aluno.
  3. Capacidade máxima da turma: até 20 alunos

Total da Carga Horária

20h

Realização e Inscrição

www.EquipeGestaoPublica.com

Conformidade Contábil e Análise das Demonstrações – Turma João Pessoa PB

Conformidade Contábil e Análise das Demonstrações

A Conformidade Contábil tem a finalidade de certificar os Demonstrativos Contábeis, cujas informações são objeto de aferição, pelo Contador da UJ– Unidade Jurisdicionada. Com a exigência da “Declaração do Contador”, tratada na Portaria TCU 150/2012 e no Acordão 1338/2014 – Plenário, que visa garantir com razoável segurança que a situação patrimonial, orçamentária e financeira dos órgãos e entidades federais a que estão vinculadas estejam dentro dos padrões das NBCASP e retratando a realidade da instituição e a efetiva aplicação do que está disposto no Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

A necessidade de se ter informações claras, de qualidade e no tempo certo, cada dia mais, são cobradas pela sociedade e os gestores são cobrados por resultados mais eficientes e eficazes.

A cultura vem mudando no Brasil, a sociedade cobra por uma Gestão Pública com Resultados. Não há mais espaço para o amadorismo na gestão pública, a cada dia, a sociedade exige Gestores mais capacitados e experientes.

Para isso os gestores públicos devem deixar de enxergar o Contador apenas como “mecanismo de defesa”, focado somente nas prestações de contas e nas exigências legais e passar a vê-los como um importante assessor de prevenção, que trará mais resultados a sua gestão, por isso é tão necessário um profissional capacitado e um sistema de informações contábeis eficiente.

Em recente acórdão nº 2377/2017 o TCU – Tribunal de Contas da União, menciona o trabalho publicado pela Contabilidade do Campus João Pessoa, através dos RCPG. O material servirá de base para implantação de uma metodologia de auditoria que será utilizada pelo Tribunal. Baixe um dos nossos relatórios e o Acordão completo em nosso link http://bit.ly/RMEC-IFPB

 Baixe a programação completa do curso

Inscrições www.EquipeGestaoPublica.com

Curso de AOF – Administração Orçamentária e Financeira para uma Gestão Responsável

Curso de AOF – Administração Orçamentária e Financeira para uma Gestão Responsável

Público Alvo: Destina-se a atender, prioritariamente a gestores públicos, contadores, auditores, coordenadores, especialistas e técnicos envolvidos nas ações de planejamento, acompanhamento execução e controle das ações orçamentária, financeira e patrimonial das diversas áreas e esferas de governo, e demais profissionais de administração, economia e gestores públicos que trabalhem com informações orçamentárias e financeiras e patrimoniais no âmbito do Governo Federal, Estados e Municípios.

 

Conteúdo Programático:

  • Finanças Públicas: Atividade Financeira do Estado:

A teoria das finanças e o federalismo fiscal; As novas funções do Estado no mundo globalizado; O Estado como promotor do desenvolvimento; O poder de interferência do Estado no mercado; O Estado como agente preponderante na economia; Atividade fiscal do Estado; A satisfação das necessidades coletivas; A atividade financeira do Estado; Orçamento Público; Crédito Público; Déficit público como instrumento de política econômica;

  • Efeitos da Crise econômica-política

Amplitude e resiliência da crise econômica; Efeitos da corrupção nas crises política e econômica; Motivos das rejeições das contas do governo; Medidas de combate à corrupção; O Poder de Compra do setor público;

  • Política Orçamentária e O Processo Orçamentário no Brasil

Orçamento por programas; Conceitos relevantes; Orçamento como lei especial; Processo Orçamentário ou Ciclo Orçamentário; Princípios orçamentários; Outros Princípios Orçamentários Tradicionais;

  • Receita Pública

Conceitos; Modalidades de Ingressos de Recursos; Receitas Orçamentárias Correntes; Receitas Orçamentárias de Capital; Etapas da Receita Orçamentária;

  • Despesa Pública

Conceitos; Despesa orçamentária; Despesa extraorçamentária ; Despesa Orçamentária Efetiva; Despesa Orçamentária Não Efetiva; Fluxo da Despesa Pública;

  • Contabilidade Pública e Governança

Conceitos; Contabilidade pública: receitas e despesas; Sistema de Contabilidade Federal; Regime Contábil Público; Fases da Despesa Pública; Orçamento X Contabilidade

  • Programação e Execução financeira

Execução Orçamentária; Execução Financeira; Necessidade de Financiamento do Governo; Decreto de Programação Financeira; Causas de Desajuste entre Planejamento e Execução; Previsão Legal; Limites de empenho X Limites de pagamento; Resultado Nominal e Primário;

  • Enceramento do Exercício e Restos a Pagar

Conceitos; Decreto 93.872/86; Lei 4.320/64; Restos a Pagar ( LRF) – Regras par fim de mandato; Contrair Obrigação de Despesa que não possa ser paga no mesmo Exercício; Restos a Pagar na LRF; Disponibilidade de Caixa; Encerramento do exercício e os restos a pagar; Despesas de exercícios anteriores

  • Comentários à Lei de Responsabilidade Fiscal

Conceitos; A LRF como instrumento de controle social; O relatório de gestão fiscal como instrumento de transparência; Mecanismo de controle em ano eleitoral; Gestão pública e responsabilização;

  • Casos Práticos

A Obtenção de Informações Contábeis; Relatórios para tomada de decisão; Análise de ponto de equilíbrio de um programa público; Restos a pagar ( Acórdãos do TCU); Criação de Indicadores de desempenho; Recomendação do TCU.

Realização e Inscrições: www.equipegestaopublica.com